Avançar para o conteúdo
Mensagem do Presidente

Mensagem do Presidente

Luís Fernando Vaz Pereira
Luís Vaz Pereira, Presidente da Direção

Sete décadas e meia de existência, sete décadas e meia de muitas vidas e gerações, uma história com muita vida, nomes e acontecimentos, que o tempo converteu em memórias.

Memórias essas que são o facto incontestável que “os homens morrem, mas as obras ficam”, sendo este novo website da Associação Humanitária de Bombeiros de Ferreira do Zêzere, o exemplo que essas memórias ficam e são perpetuados os impulsionadores de tão nobre causa.

Sob o lema da generosidade e abnegação, agradecemos a um punhado de ilustres ferreirenses, que tiveram a coragem e a iniciativa de formar esta associação, em prol da sociedade.

E no ano em que esta associação celebrou os seus 75 anos, é uma honra, aliada a uma grande responsabilidade, ser Presidente da Direção de uma instituição, que ao longo dos anos soube capitalizar um crescimento enorme e maior prestígio, junto de cada geração que a serviu.

75 anos que foram escritos a ouro na história desta associação, porque tem sido feita de bons e úteis serviços à comunidade, com atos de coragem e altruísmo.

E tal como ontem, hoje posso sublinhar que a Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários de Ferreira do Zêzere mantém bem vivo o sentimento de ajuda ao próximo, prestada com coragem, solidariedade e assente nos melhores padrões de qualidade, numa permanente missão de paz e responsabilidade.

Responsabilidade, pelo dever de, em equipa e em grande cumplicidade com os restantes elementos da direção, com uma postura de dinamismo, de darmos continuidade ao legado que nos foi deixado pelos nossos antecessores, de forma a construirmos um futuro mais sólido, com reforços de meios, para garantir melhores condições operacionais no socorro às populações.

É enorme a responsabilidade em manter um quartel 24 horas por dia em prontidão, todos os dias do ano, de forma a respondermos com eficácia à população que servimos e que confia nos nossos bombeiros.

Este mandato, que encerra este ano o seu triénio, foi repleto de desafios, especialmente com o enorme desafio provocado pela pandemia e na qual, desde o primeiro momento que estivemos na linha da frente, provando de que fibra são feitos os homens e mulheres que constituem a nossa corporação e que demonstraram ser de muita coragem, abnegação e resiliência.

Deixo uma palavra de apreço a todos os operacionais e funcionários desta nobre associação, sem deixar de homenagear as suas famílias, pela enorme força de retaguarda que constituem, pelo cumprimento em lealdade para com os seus valores humanitários.

Assim como a minha gratidão a todos os associados, amigos, instituições públicas e empresas, que nos manifestam gestos de grande solidariedade e generosidade.

Há um longo caminho a percorrer para continuar a escrever a história desta associação, é uma responsabilidade que deve ser partilhada por todos nós, esperando que não faltem forças para o continuar a fazer, de forma a acompanhar a ambição de o fazer.

O Presidente da Direção
Luís Vaz Pereira